quinta-feira, 30 de junho de 2016

Brasil - crise na primeira república


 1) Decadência da economia cafeeira
Construção da estátua do Cristo Redentor, no morro do Corcovado, no Rio de Janeiro
- Superprodução de café – a produção brasileira superava o consumo mundial de café. Esse fato foi agravado pelo surgimento de outros países produtores de café (concorrência).
Porto de Santos - estivadores embarcando café para exportação.
- Convênio de Taubaté – pressionado pelos produtores de café (oligarquia cafeeira), foi assinado um acordo em que os governos estaduais comprariam toda a produção e o governo federal contrairia um empréstimo internacional para financiar a operação.  Essa foi a política de valorização do café.
- O café continuou a ser muito lucrativo para os fazendeiros, mas passou a dar um grande prejuízo para a nação. O excesso de café não tinha compradores, pressionando a que os preços caíssem.
Nas primeiras décadas do século XX os ricos cafeicultores moravam na Av. Paulista
2) Novas forças políticas
Rio de Janeiro - bairros do Flamengo e do Catete (1924)
- Urbanização – crescimento acelerado da população urbana. Essa não estava diretamente sob o controle dos coronéis.

- Crescimento industrial – os fatores que possibilitaram foram: ampliação do mercado consumidor, capitais originários da cafeicultura, oferta de mão de obra (imigrantes europeus). Todo o processo foi acelerado por ocasião da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), quando os países industrializados pararam de fornecer manufaturados.
Muitos imigrantes eram empregados na indústrias que surgiam no Brasil
- Operários – organizaram-se em sindicatos, criaram jornais e seguiram, inicialmente a ideologia anarquista (anarcossindicalismo). Em 1917 ocorreu a primeira greve geral de trabalhadores do país.
Em 1917 aconteceu a primeira greve geral de trabalhadores no Brasil
- Classe média urbana – profissionais liberais (médicos, advogados, professores), funcionários públicos, militares e prestadores de serviço em número crescente devido a urbanização.
Passeio de uma família de classe média (1924)

Obs. – as novas forças políticas não aceitavam o controle das oligarquias e o sistema eleitoral.
Fábrica de chapéus em São Paulo (1924)


3) Movimentos políticos


- mostraram as contradições da sociedade e do sistema político brasileiro.

Rua da Assembleia - Rio de Janeiro (1924)
(a) Modernismo
Cartaz anunciando a Semana de Arte Moderna
 
- o modernismo ganhou destaque a partir da Semana de Arte Moderna de São Paulo (1924). Apresentou novos padrões estéticos para as artes plásticas, música, arquitetura e literatura. Os intelectuais do “Movimento Modernista” questionavam a realidade social e política do Brasil.







Abaporu - Tharsila do Amaral

(b) Partido Comunista (1924)
- copiava o partido criado na União Soviética, resultante da revolução socialista (Revolução Russa).


Fundadores do Partido Comunista no Brasil
- o crescimento do partido foi rápido, especialmente no movimento sindical.

(c) Tenentismo

Revolta dos 18 do Forte Copacabana (Rio de Janeiro)
- movimento político-militar liderado por jovens oficiais do exército.

- queriam uma revolução iniciada nos quartéis.

- moralização da política e da administração pública (propostas vagas).

- não havia definição ideológica.

Revolta Tenentista em São Paulo
- Principais eventos do movimento tenentista: em 1922 ocorreu a Revolta dos 18 do Forte Copacabana, em 1924 a Revolta Paulista e entre 1924 e 1927 desenvolveu-se a marcha da Coluna Prestes.

Obs. – A estrutura política e a liderança cafeicultora foram desafiadas pelo conjunto das novas forças políticas. Esse fato estimulou a que algumas oligarquias regionais se tornassem dissidentes.
 Semana de Arte Moderna de 1922 - destaque para a participação feminina (Pagú, Elsie, Tarsila, Anita, Eugênia)
Tropical - Tarsila do Amaral




Exercícios de aula 7 – Brasil: crise da Primeira República
                                       (consultar livro: pág 110, 112, 114 e 116).
1) Com o que o Movimento Modernista rompia?
R:
2) Qual foi a reação do público no festival conhecido como “Semana de Arte Moderna”, que ocorreu em São Paulo (1924)?
R:
3) Apresente a diferença entre imigrantes e brasileiros em relação aos cuidados com a educação.
R:
4) Aponte conquistas e limitações das mulheres brasileiras na década de 1920.
R:
5) Explique o que foi a “Reação Republicana”.
R:
6) Quais eram as características e propostas políticas que os “Tenentes” compartilhavam?
R:
7) Apresente a reação do governo Arthur Bernardes, após o fracasso do levante tenentista de 1922 (Forte Copacabana).
R
8) Qual foi o destino das tropas comandadas por Isidoro Dias Lopes, após os conflitos do levante tenentistas ocorridos em São Paulo?
R:
9) Quais foram as tropas reunidas (junção de forças) que formaram a coluna Prestes?
R:
10) Explique a diferença entre os sentimentos das pessoas simples (do interior) e os das classes médias urbanas, em relação s coluna militar liderada por Luiz Carlos Prestes.
R:
Respostas
1) Ele rompia com os padrões estéticos e buscava combinar as tendências artísticas mundiais com as raízes culturais brasileiras.
2) Causaram reações extremas no público: vaias, aplausos, gritaria, insultos e elogios. A maioria da plateia detestou o que viu e ouviu.
3) A prova de que a escola não tinha importância para a maioria dos brasileiros está no fato de serem pouquíssimas as escolas públicas e gratuitas, além de ser grande o número de analfabetos. Para os imigrantes, dominar a língua falada e escrita significava não ser enganado nos contratos de trabalho, nas compras de imóveis e nas transações comerciais.
4) As mulheres conquistaram maiores oportunidades de trabalho e de estudo na década de 1920. Mas não tinham direito a voto e só trabalhavam fora de casa com a autorização do pai ou do marido.
5) O candidato à Presidência indicado pelo governo (Política Café com Leite) foi Arthur Bernardes (eleições de 1922). A oposição uniu-se em um bloco político chamado de “Reação Republicana” e lançou Nilo Peçanha para concorrer nessas eleições.
6) Os tenentes tinham um forte espírito de patriotismo e de corporativismo; queriam o fim do controle político exercido pelas oligarquias; defendiam o voto secreto e o ensino público e gratuito; pregavam a moralização da política brasileira. Ao exército caberia a conquista desses objetivos.
7) Ele decretou Estado-de sítio e a censura à imprensa. Vários militares foram presos.
8) Abandonaram São Paulo em direção a Foz do Iguaçu (Paraná), disposta a continuar lutando.
9) A Coluna reuniu tenentes gaúchos e paulistas.
10) As pessoas simples, sobretudo do interior, tinham sentimentos que variavam entre medo e admiração aos Tenentes, pois não entendiam os objetivos deles. As classes médias urbanas viam em Luis Carlos Prestes um herói (o “Cavaleiro da Esperança”).






sábado, 18 de junho de 2016

Brasil: período Republicano (economia e sociedade na Primeira República)

Por ocasião da Proclamação da República o Brasil dependia das exportações de produtos primários. Dois deles se destacavam: o café e a borracha.

     O Brasil continuava a ser predominantemente rural. A maior parte de população era analfabeta e vivia nas áreas rurais. A estrutura agrária era latifundiária e mantinha amplas áreas com cana de açúcar, algodão, tabaco, cacau, mate e pecuária. As regiões mais dinâmicas desenvolveram produções de alta rentabilidade: o café, na região centro-sul, e a borracha, na Amazônia.
          O café foi a riqueza que atraiu muitos imigrantes, capitalizou e modernizou as cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo. Parte desse capital foi investido na criação de indústrias.
      A decadência da cafeicultura resultou do surgimento de outros países produtores no início do século XX. Despreparado para enfrentar a concorrência, o Brasil viveu vários problemas econômicos resultantes dessa situação.


A borracha natural resulta do extrativismo do látex de árvores da Amazônia, principalmente da seringueira.
A partir das últimas décadas do século XIX as indústrias das grandes potências usaram crescente quantidade de borracha natural, principalmente para atender à indústria automobilística em desenvolvimento.

Muitos retirantes da seca do Nordeste buscaram oportunidades nos seringais. A área produtora se expandiu. Atravessando a fronteira e resultando na anexação do Acre ao Brasil (era território boliviano). Os principais centros de exportação de borracha, Belém e Manaus, cresceram e se modernizaram.
Porém, dois fatores surgiram para mudar drasticamente essa realidade: o cultivo de seringueiras na Malásia (colônia Britânica), com plantas contrabandeadas da Amazônia, e a invenção da borracha sintética, subproduto do petróleo.
O arcaica produção extrativista não suportou a concorrência e entrou em rápida decadência.
A parcela da população que não participava da riqueza mostrou a sua insatisfação com a pobreza, a opressão e com a falta de expressão política em alguns movimentos importantes dessa fase.
Movimentos rurais: Canudos, Contestado, Revolta de Juazeiro e Cangaço.
Movimentos urbanos: Revolta da Vacina e Revolta da Chibata.

Exercícios de aula 6 – consulte o livro de história (pág. 26, 28 e 30)

1) Quando o Cangaço surgiu?
R:_____________________________________________________________________
2) Quem era o cangaceiro e porque ele se tornou fora da lei?
R:____________________________________________________________________________________________________________________________________________
3) Quais eram os alvos de ataque dos bandos de cangaceiros? O que buscavam conseguir com os ataques?
R:___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
4) O bando chefiado por “Lampião” foi o mais famoso. Como os cangaceiros eram vistos pelo povo do sertão?
R:____________________________________________________________________________________________________________________________________________
5) Em 1910 a cidade de Fortaleza foi invadida por uma multidão de sertanejos armados comandados por um padre. Um interventor nomeado pelo Presidente Hermes da Fonseca foi retirado do governo estadual. Um representante da oligarquia local foi reconduzido ao governo. Essa foi a revolta de Juazeiro, do Padre Cícero.
(a) Como os sertanejos pobres encontravam conforto espiritual para seus problemas?
R:____________________________________________________________________________________________________________________________________________
 (b) Por que o Padre Cícero passou a ser seguido e admirado pelas populações pobres do sertão nordestino?
R:____________________________________________________________________________________________________________________________________________
6) O que impressionava aos fieis seguidores em Antônio Conselheiro?
R:___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
7) Onde ficava a cidade de Belo Monte fundada por Antônio Conselheiro?
R:____________________________________________________________________________________________________________________________________________
8) Como era a vida dos moradores de Belo monte?
R:___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
9) O que os jornais da época divulgavam a respeito de Canudos?
R:____________________________________________________________________________________________________________________________________________
10) Após várias expedições militares serem derrotadas pelos moradores de Canudos, o que aconteceu em setembro de 1897?
R:___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
11) Quais eram as atividades econômicas desenvolvidas pelos coronéis da Região do contestado que expulsou índios e posseiros?
R:___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
12) Quais foram as outras atividades que agravaram os problemas sociais na região do Contestado?
R:__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
13) O que foi anunciado pelo “monge” José Maria que causou forte impressão ao povo do Contestado?
R:___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
14) Do que o governo acusava aos seguidores de José Maria?
R:____________________________________________________________________________________________________________________________________________
15) Que forças foram usadas contra os crentes, seguidores de José Maria, entre 1913 e 1915 para reprimir?
R:________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
16) Que consequência a guerra teve para o povo do Contestado?

R:___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

domingo, 5 de junho de 2016

Período Republicano no Brasil (1)



Fases do Período Republicano no Brasil:

 

- “Primeira República” (1889 – 1930)subdividida em:

           -  “República da Espada” (1889 – 1894).

           - “República das Oligarquias” (1894 – 1930).

- “Era Vargas” (1930 – 1945).

- “Democratização” ou “Governos Populistas” (1945 – 1964).

- “Governos Militares” ou “Ditadura Civil-Militar” (1964 – 1985).

- “Nova República” ou “Redemocratização” (1985 – 2016). 

 

 

          Obs – As dificuldades atravessadas pelo Brasil de 2013 até esse ano podem estar apontando para mudanças de características da sociedade brasileira. Se essa impressão for confirmada poderemos dizer que estamos no início de uma nova fase.

          O que você acha?

           Enquanto pensamos nessa dúvida é interessante avançar mais um pouco nas informações a respeito da Primeira República.


     Primeira República

Fase inicial ou República da Espada

           Período inicial, época da consolidação da república, implantação da república ou República da Espada são denominações usadas para a época em que o governo do Brasil foi liderado por Deodoro da Fonseca, depois por Floriano Peixoto (ambos militares do Exército).



1) Deodoro da Fonseca – governo provisório


- O Marechal Manoel Deodoro da Fonseca foi o líder do golpe civil-militar que proclamou a república (Oficiais do Exército e políticos do Partido Republicano), por isso foi o chefe do governo encarregado de implantar a forma republicana de governo no Brasil.










      Medidas


- Banimento da Família Imperial (D. Pedro II e sua família foram forçados a deixar o Brasil).
- Promulgação da Constituição de 1891 (regras republicanas para substituir as práticas monárquicas).
Rui Barbosa

- Política do encilhamento – fracassada tentativa de industrializar o Brasil (liderada por Rui Barbosa) – causou grave crise financeira.
- Eleição indireta para escolha de presidente da república – Deodoro foi eleito.
- Para acabar com a forte oposição Deodoro mandou fechar o Congresso Nacional.
- Rebelião na Marinha.
- Renúncia do Presidente.


1) Floriano Peixoto





- Assumiu o governo por que era o Vice-Presidente.



Medidas


- Manteve-se ilegalmente no poder (deveria convocar eleições diretas após assumir o governo).


- Tentou controlar preços para conter a inflação.
- Enfrentou duas fortes rebeliões:


a) Revolta da Armada
- Foi uma rebelião da Marinha para forçar que Floriano Peixoto renunciasse à Presidência da República.


- Floriano mobilizou tropas do Exército para combater a revolta.

- Houve, na prática, uma guerra na baía da Guanabara e arredores – inclusive na cidade do Rio de Janeiro.


- Ao perceberem que não venceriam a resistência de Floriano, os revoltosos deslocaram-se para Santa Catarina, onde criaram um governo rebelde e aliaram-se à Rebelião Federalista.
b) Rebelião Federalista.
- Disputas entre oligarquias do Rio Grande do Sul.
- O grupo oposicionista local queria a intervenção de Floriano para flexibilizar a constituição e dar aos gaúchos maior autonomia para modificar a legislação eleitoral. O presidente não apoiou, o que gerou uma rebelião para retirar o governador local (Júlio de Castilhos) e o Presidente Floriano.

          A República da Espada terminou quando o civil Prudente de Morais foi eleito para a Presidência da República (1894). Mas, para sabermos um pouco mais sobre o que aconteceu a partir desse governo, vamos aguardar pela próxima postagem.
          Enquanto isso, vamos fazer algumas atividades e exercícios que serão muito úteis para nós.
Mini pesquisa - Organização do Estado.
          Vamos começar por fazer um a pesquisa rápida, porém bastante útil. Não vale procurar em dicionário, onde o objetivo é dar um significado estrito. Tente escrever as palavras no buscador e acrescentar "conceito" ao lado. Aparecerão várias opções veja com atenção pelo menos três diferentes. Escolha a que explica de forma mais clara e completa e transcreva para o seu caderno de História.
Conceitos
Monarquia –
República –
Unitarismo –
Federalismo –


Golpe Militar (1889) – na verdade foi um movimento político que uniu a elite militar do Exército e civis do Partido Republicano. Afastou o Imperador da liderança política, encerrou a fase monárquica e deu início ao “Período Republicano” da História do Brasil.


Exercícios de Aula 5 - Primeira República: implantação da República
Consultar livro – pág. 14
1) Quem chefiou o governo provisório e, em seguida foi o primeiro Presidente da República no Brasil?
R:
2) Rui Barbosa estava disposto a aplicar um plano econômico. Qual era a ideia?
R:
3) Quais foram os resultados do Plano econômico de Rui Barbosa? Como esse plano ficou conhecido?
R:
4) O que Deodoro da Fonseca fez para buscar o controle do poder em 1891?
R:
5) O que fez Deodoro quando percebeu a possibilidade de Guerra Civil?
R:
6) O que fez o Vice-Presidente Floriano Peixoto, para controlar a situação, logo após assumir o governo?
R:
7) Apresente as rebeliões que pretendiam depor Floriano do governo.
R:
8) Qual foi o outro problema que surgiu (revolta) no governo do Presidente Prudente de Morais?
R:



Respostas

1) Foi o Marechal Deodoro da Fonseca.

2) Desenvolver rapidamente a indústria no Brasil através da emissão de papel moeda e da facilidade de empréstimos para quem desejasse abrir empresas.

3) Fez surgirem empresas fantasmas e provocou um descontrole financeiro total, o que provocou alta no custo de vida, inflação e falências. Esse plano econômico ficou conhecido como “Política do Encilhamento”.

4) Deodoro ordenou o fechamento do Congresso e decretou o Estado-de-sítio.

5) Ele renunciou ao mandato de Presidente da República.

6) Ele agiu com severidade: prendeu e deportou militares rebeldes, destituiu governadores, tabelou preços de produtos, etc.

7) As rebeliões foram: a Revolta da Armada (Rio de Janeiro) e a Revolução Federalista (Rio Grande do Sul).

8) Ocorreu a Guerra de Canudos (Bahia).




 
      Exercícios: pág. 15.

     Doc 2 – todo (numerar as perguntas).


     Atividades – todo.