segunda-feira, 25 de abril de 2016

Governos Militares no Brasil (1)


             Durante a época da “Guerra Fria”, principalmente nas décadas de 1960 e 1970, vários países da América Latina viveram governos autoritários. Na maioria desses casos eram liderados por militares anticomunistas, apoiados por parte políticos e do empresariado. Tudo foi acompanhado e incentivado pelos Estados Unidos que tentavam impedir que acontecesse uma nova revolução socialista nessa região. – A Revolução Cubana chegou ao poder em 1959.
             O Brasil esteve nesse caso, embora com particularidades.
             Existiram acordos de ajuda entre os governos autoritários de alguns desses países (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai). Podemos citar como exemplo a “Operação Condor”, criada para perseguir opositores. – Aqueles que saíssem de seu país e se escondessem em território de um dos países vizinhos, eram perseguidos e presos pelas autoridades locais.     

            I – Características do autoritarismo brasileiro.

             Essas características davam a impressão de que havia liberdade política:
 - Alternância de pessoas no cargo de presidente da república (embora todos fossem generais do exército escolhidos pelo próprio grupo que controlava o governo ou por eleições indiretas. – que também era controlada por eles).  
- Existência de eleições legislativas e de partidos políticos (sob rigoroso controle governamental).
- Bipartidarismo: ARENA (apoio ao governo) e MDB (oposição consentida).
- O Congresso Nacional esteve em funcionamento durante a maior parte do tempo, embora tenham a série da de “Atos Institucionais” (para regulamentar medidas autoritárias que não respeitavam a constituição e não eram aprovadas pelo Congresso).
    Todos eram generais do Exército.

             II – Economia.
- Manutenção do pensamento desenvolvimentista.
- Forte intervenção do estado na economia (obras públicas e criação de empresas estatais).
- Atração para instalação de empresas estrangeiras (multinacionais).
- Obras “faraônicas” (tudo deveria ser gigantesco, mesmo que não fosse tecnicamente recomendável). – megalomania.
- Época do “Milagre Econômico Brasileiro”. – altos índices de expansão da produção econômica.
- Altos índices de endividamento do Estado (sobretudo com empréstimos internacionais).
Construção da Ponte Rio-Niterói (na época era a 2ª mais longa e tinha o mais extenso vão livre)

O que precisamos estudar para a prova da 1ª Certificação?


 9º ano (2016)
No livro: cap.16 ( pág. 232, 236 e 238); cap. 17 (pág. 250,254 256); cap. 20 (pág. 302 e 304)

Exercícios de aula números 1, 2, 3, 4 e extra

Blog Engenho dá História – Nova República, História do Tempo Presente, Brasil (de 1964 a 1985), guerra fria, os movimentos político-culturais e governos militares 1.

domingo, 24 de abril de 2016

Brasil (de 1964 a 1985) Guerra Fria e movimentos político-culturais


Guerra Fria

      As disputas pela liderança mundial entre os Estados Unidos (EUA) e a União Soviética (URSS) refletiram pesadamente no continente americano. A Revolução Cubana (1959) implantou o socialismo em cuba e transformou esse país em aliado da União Soviética. A reação dos Estados Unidos foi a apoiar, no restante do continente, regimes políticos que fossem antisocialistas, anticomunistas e aliados dos EUA.

video


      Com apoio norte americano foram implantadas ditaduras, geralmente lideradas por militares, que perseguiam os socialistas e os comunistas. Assim aconteceu na Argentina, Brasil, BolíviaChile, ParaguaiUruguai, além de alguns países da America Central.
      No Brasil, a ocupação do governo pelos anticomunistas ocorreu com o Golpe de Estado ocorrido em 1964 (liderado por um grupo de militares do Exército com apoio de políticos civis).



Movimentos culturais e sociais

video


      Durante a década de 1960, surgiram, nos Estados Unidos, o "movimento Hippie" (contra cultura), "movimento negro" (liderado por Martin Luther King Jr., Malcon X e os Panteras Negras) e o "movimento feminista". Todos com forte influência sobre a América Latina.

 


Movimento Políticos

- Contra a Guerra no Vietnan - jovens dos EUA recusavam-se a combater.







- Passeatas de estudantes em 1968 - vários países, com motivações variadas.

Obs - abaixo, registros das manifestações de estudantes em Paris (esquerda) e Rio de Janeiro (direita).
 











Jovens brasileiros

- Movimento da Tropicália (gilberto Gil, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Gal Costa, e
outros).



- Movimento da Jovem Guarda (Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Vanderleia e outros).


 






quinta-feira, 7 de abril de 2016

Exercícios de aula

Nas aulas do dia 29/3, para as turmas 901 e 903, e dia 31/3, nas turmas 902 e 904, realizamos exercícios do livro texto de história. Os critérios e exercícios foram apontados da seguinte forma:


Exercício de aula – baseado no livro de história.   vale 1 ponto

A organização das respostas faz parte da avaliação.
- Formar grupos: duas ou três pessoas.
- Responder às questões em folha separada para entregar ao professor. (um trabalho para cada grupo)
- Não é necessário copiar as perguntas no trabalho.
- Consulte os textos correspondentes, no livro, para responder ao que for pedido.

 Responda: - Atividades 1 e 2 (pág. 255)
- Doc 2 e Doc 3 (pág. 257) – numere as perguntas.
- Atividade (pág. 303)
- Doc 1 (pág. 305)
- Atividades 1 e 2 (pág. 307)

Durante as aulas do dia 5/4 , para as turmas 901 e 903, e dia 7/4, nas turmas 902 e 904, realizamos outros exercícios (suplementares) que deverão constar em anotações de caderno.


Exercícios de aula 2 – Nova República
(Consultar livro de história: pág. 254, 256 e 302)
1) Qual é a diferença da eleição que escolheu Tancredo Neves para Presidência da República, em 1985 e as eleições que acontecem atualmente?
R:

2) Por que Tancredo não assumiu o mandato presidencial para o qual foi eleito?
R:

3) Como se explica o fato do Sr. José Sarney ter assumido o governo que deveria ser de Tancredo?
R:

4) Apresente os novos direitos eleitorais criados pela Constituição de 1988.
R:

5) Durante o governo de José Sarney foi criado o Plano Cruzado, com apoio popular. Depois vieram outros planos semelhantes até o final desse governo. Qual foi o resultado da inflação depois desses planos todos?
R:

6) O que foi o “Plano Collor”?
R:

7) Além da recessão econômica, o que causou o descontentamento do povo e os atos públicos pedindo o impeachment do Presidente Collor?
R:

8) Qual era a situação do país quando Itamar Franco se tornou presidente?
R:

9) Atualmente o índice de inflação anual está preocupando a todos por ter ultrapassado 10% em 2015. Como estava a inflação na época em que foi criado o Plano Real?
R:


Respostas:


1- Aquela foi uma eleição indireta, com o presidente escolhido por um "Colégio Eleitoral". Atualmente as eleições são diretas, os  eleitores votam no nome do seu candidato preferido.
2 - Sentiu-se mal e foi internado na véspera da cerimônia de posse na Presidência da República.
3 - Tancredo existiu às várias cirurgias e morreu. O Sr. José Sarney era o Vice-Presidente assumiu no lugar de Tancredo.
4 - Os analfabetos passaram a ter direito a votar e os jovens entre 16 e 18 anos também.
5 - Os problemas persistiram e a inflação saiu de controle.
6 - Foi um programa radical de combate à inflação.
7 - Denúncias de um amplo esquema de corrupção envolvendo o Presidente.
8 - A situação do país era grave. Havia 32 milhões de brasileiros passando fome e a concentração de renda era elevada.
9 - A inflação anual passava dos 2500%.



Exercícios de Aula 3 Governos Militares
(1ª parte: do golpe de Estado aos anos de Chumbo)
Consultar livro pág. 224, 232.

1) Qual era a mensagem da “Doutrina da Segurança Nacional”, na época do Golpe de Estado de 1964, no Brasil?
R:

2) Ao seguirem a Doutrina da Segurança Nacional, a quem os militares anticomunistas consideravam ser inimigo interno, no Brasil?
R:

3) Apresente exemplos de atividades das quais muitas pessoas foram afastadas, com base na Doutrina de Segurança Nacional (DSN).
R:

4) Quais os poderes que o Presidente da República passou a ter após a decretação do AI 5 (Ato Institucional número cinco)?
R:

5) O que aconteceu aos opositores dos governos militares que foram descobertos depois do AI 5 passar a ser usado?
R:

6) Como os governos militares mantiveram uma aparência de democracia no Brasil?
R:

7) Quais os cargos políticos que o povo (eleitor) não podia escolher, na época dos governos militares?
R:

8) Os governos militares estabeleceram o “bipartidarismo” no Brasil. Quais eram os partidos permitidos?
R:


Respostas:


1 - Havia uma guerra permanente entre o Ocidente Cristão e o Leste Comunista, que ameaçava o Brasil por causa da infiltração de inimigos ligados ao comunismo internacional.
2 - Eram considerados inimigos internos aqueles que se opunham a ordem política, social e econômica. Ou seja, criticavam as autoridades ou estimulavam greves, por exemplo.
3 - Funcionários públicos, sindicalistas, jornalistas, políticos, artistas, intelectuais, cientistas, professores, estudantes, entre outros.
4 - Cassar mandatos de parlamentares, suspender direitos políticos, intervir nos estados e nos municípios, fechar o Congresso e decretar o Estado de Sítio.
5 - milhares de pessoas foram presas e torturadas em instalações militares e policiais. Cerca de 200 foram mortas e mais de 150 foram consideradas "desaparecidas".
6 - Com a promulgação de uma nova Constituição, com o Congresso funcionando, havia eleições e partidos políticos.
7 - Presidente da República, governadores e prefeitos das capitais e de áreas de segurança nacional.
8 - A ARENA (Aliança Renovadora Nacional) e o MDB (Movimento Democrático Brasileiro).




Exercícios de Aula 4 Governos Militares
(2ª parte: do milagre econômico ao fim do regime militar ao governo Médici)

Consultar livro pág. 236, 238, 248, 250, 252, 254 e 256.
1) Explique o significado da expressão “arrocho salarial”.
R:

2) O que os governos militares cederam aos Estados Unidos em troca do apoio para conter a inflação e reequilibrar as finanças?
R:

3) Após as medidas de estabilização da economia ocorreram greves de trabalhadores em várias regiões do Brasil. Qual foi a reação do regime militar a esses movimentos?
R:

4) O que aconteceu na economia do Brasil nos anos do “milagre brasileiro”?
R:

5) Quem se beneficiou com o milagre econômico brasileiro?
R:

6) Além da expansão no consumo, da instalação de supermercados e shoppings, o que mais o milagre brasileiro acentuou na economia?
R:

7) Como o regime militar procurou transmitir aos jovens a crença de que o Brasil logo seria uma grande potência?
R:

8) Dê exemplos de problemas graves que eram escondidos da população pelo regime militar brasileiro.
R:

9) Qual era a fonte de inspiração dos jovens guerrilheiros brasileiros que lutaram contra o regime militar?
R:

10) O que o presidente Geisel fez de importante, como resposta às pressões pela abertura política?
R:

11) Qual foi a medida, tomada pelo presidente Geisel, considerada a mais importante para viabilizar a abertura política?
R:

12) A primeira medida importante para a abertura política, no governo do general Figueiredo, foi a “anistia”. O que essa lei permitiu?
R:

13) O pluripartidarismo foi permitido em 1979. Como foi a “reforma partidária”?
R:

14) Explique o objetivo da campanha “Diretas Já”, como foi e o seu resultado.
R:


Respostas:


1 - Os reajustes de salário só poderiam ocorrer a cada 12 meses e de acordo com um índice calculado pelo governo.
2 - Atendeu às exigências dos investidores estrangeiros: permitiu a exploração de minérios e revogou a "Lei de Remessas de Lucros".
3 - Sofreram forte repressão policial. A decretação do AI 5 paralisou o movimento operário.
4 - Houve expansão do setor industrial, especialmente da indústria automobilística. Esse crescimento elevou a produção siderúrgica, diversificou as exportações, estimulou a construção de grandes obras públicas e aumentou a oferta de emprego.
5 - As classes média e alta.
6 - A absorção de empresas nacionais por estrangeiras. O Brasil ficou mais dependente da importação de máquinas, tecnologia e petróleo, além do crescimento da dívida externa.
7 - Com uma intensa propaganda ufanista: slogans, filmes, músicas, livros.
8 - A seca no nordeste (1970) que levou flagelados a saquearem feiras e mercados. Também nada se divulgou sobre o desmatamento da Amazônia, invasões de áreas indígenas e a apropriação de imensas áreas por grupos industriais do sudeste.
9 - Na Revolução Cubana e em Che Guevara.
10- prometeu uma "distensão" lenta, gradual e segura que conduzisse o país à redemocratização.
11- A revogação do AI 5.
12- possibilitou a volta ao país de muitos exilados políticos.
13- O governo conseguiu o que queria. O pluripartidarismo enfraqueceu a oposição ao leva-la a dividir-se em vários partidos políticos: PMDB, PDT, PTB e PT.
14- Foi uma campanha pelas eleições diretas para Presidente da República e pelo fim da Ditadura. A campanha "Diretas-Já" mobilizou milhões de pessoas em passeatas, debates e comícios. O Congresso derrubou o projeto de emenda constitucional que propunha as eleições diretas, ou seja, a campanha fracassou.